Qual a sensação de ser campeão mundial? É uma responsabilidade? Como é ser o alvo de todos os olhares? O italiano Paolo Bettini, que vestiu duas vezes a camisa mais cobiçada do ciclismo, descreveu assim:

“Quando se está no pódio e veste a camisa de campeão do mundo, você se olha e diz – o sonho virou realidade.

Os momentos mais lindos e emocionantes são quando você entra pela primeira vez na corrida usando a camisa e quando você ataca.

Tudo o que você faz. Todos te olham, todos querem ver o que você faz. Todos os fãs, todo o público, toda a imprensa. Todos os olhos são para você.

Nesse momento você nota que o símbolo da camisa listrada é a mais cobiçada. E você está a levando por um ano inteiro.

Não é fácil usar uma camisa de campeão do mundo. É preciso mostrar há todo momento que é o melhor. Todos esperam que você ganhe”.

Além de bicampeão mundial, Paolo Bettini foi medalha de ouro de estrada em Atenas, vencedor da Milan SanRemo, Liegè-Bastogne-Liegè, Clássica San Sabastian, bicampeão italiano e muitas outras provas.

Por Mauricio Motta.

Participe da prova de ciclismo de estrada Grampér – Circuito das Águas. Faça já a sua inscrição aqui!

Deixe uma resposta

1
Dúvidas e informações pelo WhatsApp
Powered by