UA-123984575-1
was successfully added to your cart.

Carrinho

Aconteceu no Ciclismo: O Giro d’Itália de 1988

By 15 de janeiro de 2019Aconteceu no Ciclismo

Por Mauricio Motta

O Giro d’Italia 1988 foi um dos mais difíceis e surpreendentes da história. Montanhas, tempestade de gelo, um americano e uma história de superação.

Naquele ano não havia um italiano que figurasse entre os principais favoritos. Isso fez com que a organização realizasse uma prova altamente montanhosa, transformando o Giro em uma batalha totalmente aberta, sem favoritos.

Houve muitas reclamações, como a do americano Bob Roll da 7-eleven, que disse: “AQUELES DESGRAÇADOS COLOCARAM TODAS AS MONTANHAS QUE TINHAM NA ITÁLIA PARA A GENTE ESCALAR!”.

Além de tudo, uma tempestade de gelo caiu sobre os competidores na 14° etapa, fazendo com que muitos deles abandonassem a prova. A tempestade foi tão forte que obrigou a mudança do local da largada da 15° etapa.

O Giro de 88 ficou marcado não somente como um dos mais difíceis da história, mas também como uma das quatro vezes que nenhum italiano subiu no pódio. Seria um castigo para eles? Pela primeira vez na história um não europeu venceu uma grande volta.

O americano Andrew Hampsten da 7-eleven, em meio àquela icônica tempestade de gelo na 14° etapa, tomou a camisa rosa do italiano Franco Chioccioli e a levou até a última etapa, em Veneto.

Aquele Giro também mostrou a garra do espanhol Pedro Delgado, que lutou contra a hipotermia e terminou derrotado a quase 18 minutos do campeão Hampsten. Delgado deu a volta por cima vencendo o Tour de France um mês depois. A derrota se transformou em uma grande vitória.

Histórias que mostram porque o ciclismo é apaixonante.

*Fotos de Pedro Delgado na tempestade de gelo um mês antes do triunfo em Paris.

Deixe uma resposta

1
Dúvidas e informações pelo WhatsApp
Powered by